sexta-feira, 16 de março de 2012

Mamíferos marinhos

Baleia-azul











































A baleia-azul (Balaenoptera musculus) é um Mamífero marinho. Como outras baleias, as baleias azuis usam lâminas córneas na sua cavidade bucal para filtrar seu alimento (krill) da água do mar, alimentando-se também de pequenos peixes e lulas. A baleia-azul é o maior animal alguma vez existente, podendo chegar a ter 33 metros de comprimento e mais de 180 toneladas de peso

Baleia-jubarte














































A baleia-jubarte (Megaptera novaeangliae), também conhecida como baleia-preta, baleia-corcunda, baleia-xibarte, baleia-cantora ou baleia-de-bossa, é um mamífero marinho da ordem dos cetáceos que vive em mares do mundo todo. Os machos da espécie medem de 15 a 16 metros; as fêmeas, de 16 a 17. O peso médio é de aproximadamente 40 toneladas, sendo que o maior exemplar já visto possuía 19 metros.

Baleia-cachalote










































O cachalote (Physeter catodon ou Physeter macrocephalus) é a maior das baleias com dentes bem como o maior animal com dentes atualmente existente, medindo até 18 metros de comprimento. Esta baleia tem como característica distintiva o facto de possuir na cabeça uma substância cerosa de cor leitosa, o espermacete. A enorme cabeça e a forma distintiva do cachalote, levaram muitos a descreverem o cachalote como o arquétipo de baleia por excelência. O cachalote foi caçado nas águas dos arquipélagos portugueses da Madeira e Açores até 1981 e 1984 respectivamente.

Baleia-orca





























































A orca (Orcinus orca) (popularmente conhecida como baleia-assassina) é o membro de maior porte da família Delphinidae e um predador versátil, podendo comer peixes, moluscos, aves, tartarugas, ainda que, caçando em grupo, consigam capturar presas de tamanho maior, incluindo morsas e "baleias". O nome baleia assassina provém da tradução direta do inglês "killer whale". Está, portanto, no topo da cadeia alimentar oceânica. Pode chegar a pesar nove toneladas. É o segundo mamífero de maior área de distribuição geográfica (logo a seguir ao homem), podendo encontrar-se em qualquer um dos oceanos. Na verdade, é um golfinho, e não uma baleia.

Baleia-beluga





























































A baleia-branca ou beluga (Delphinapterus leucas) é um mamífero cetáceo da família Monodontidae. O seu parente mais próximo no grupo dos cetáceos é o narval. A baleia branca habita as águas frias em torno do círculo polar ártico.

Narval





























O narval é um mamífero cetáceo (Monodon monoceros), pertencente à família Monodontidae, que também inclui a beluga. O narval é um cetáceo característico das águas frias em torno do Círculo Polar Ártico.

Botinhoso















Botinhoso, baleia-bicuda-de-cabeça-plana, ou baleia-nariz-de-garrafa é o nome dado aos cetáceos do gênero Hyperoodon, da família Ziphiidae. São conhecidas duas espécies, Hyperoodon planifrons e Hyperoodon ampullatus.

Basilossauro

















O Basilosaurus ("rei lagarto") foi um gênero de cetáceo pré-histórico que viveu entre 34 e 39 milhões de anos atrás. Um antigo parente dos golfinhos e baleias atuais.

Ambulocetus natans




























O Ambulocetus natans ("baleia ambulante") foi um dos primeiros cetáceos e um ancestral das baleias e golfinhos modernos. Ele viveu no Paquistão, durante o período Eoceno (nesse período, o Paquistão era uma área costeira). Vivia tanto em água salgada quanto doce.

Ouça aqui o canto da baleia (É aconselhável usar o fone de ouvido para uma qualidade melhor)

video

Golfinho













































Os golfinhos ou delfins são animais cetáceos pertencentes à família Delphinidae. São perfeitamente adaptados para viver no ambiente aquático, sendo que existem 37 espécies conhecidas de golfinhos dentre os de água salgada e água doce.

Wholphin















Wholphin é o híbrido entre um golfinho-comum (Tursiops truncatus) e uma falsa-orca (Pseudorca crassidens).

Boto-do-índico















O boto-do-índico (Neophocaena phocaenoides) é um cetáceo da família Phocoenidae, encontrado em águas tropicais e temperados do Indopacífico.

Foca




































As focas são mamíferos da família dos focídeos (Phocidae), super-família dos pinípedes (Pinnipedia), adaptadas à vida marinha. O corpo de uma foca é hidrodinâmico, semelhante a um torpedo, com os membros posteriores e anteriores em forma de nadadeira. Outro detalhe interessante é que as focas não possuem orelhas, o que as distingue da família Otariidae (leões marinhos). Todas essas características fazem das focas excelentes nadadoras, mas em contrapartida as focas não tem habilidade em terra firme sendo presas fáceis para ursos polares e caçadores. As focas são carnívoras e alimentam-se de peixes e cefalópodes. Geralmente, reproduzem-se em colônias.

Foca-de-crista
















Foca-de-crista ou foca-de-capuz (Cystophora cristata) é um mamífero que vive em regiões frias, encontrado de Svalbard (Noruega) ao golfo de St. Lawrence (Canadá).

Foca-leopardo















A foca-leopardo (Hydrurga leptonyx) é uma foca que habita os mares em torno da Antártida, mas também pode ser encontrado nas costas do sul da Austrália, Tasmânia, África do Sul, Nova Zelândia, Ilha Lord Howe, Terra do Fogo, Ilhas Cook e costa atlântica da América do Sul.

Leão-marinho











































O leão-marinho é um mamífero que vive em regiões de baixas temperaturas e alimenta-se principalmente de peixes (como o cherne e o arenque) e de moluscos.

Elefante-marinho






























Os elefantes-marinhos são grandes mamíferos: a fêmea atinge 3,50 metros e o macho até 6,5 metros, pesando até 4 toneladas. A cabeça é grande, com olhos grandes e salientes e arcadas superciliares com pêlos rígidos. Nos machos, o nariz alonga-se numa espécie de tromba, que originou o nome popular da espécie. Os membros anteriores, apesar de robustos, não proporcionam bom rendimento em terra; os posteriores, muito fortes, com cinco dedos e fendidos ao meio, formam uma espécie de remo cada um.

Lobo-marinho















































Os lobos-marinhos são mamíferos pinípedes pertencentes à família Otariidae que se classificam no gênero Arctocephalus.

Morsa




































A morsa é um animal que vive nas águas do Ártico. Pode medir até 4 metros de comprimento. Seu peso pode ultrapassar uma tonelada (as maiores passam da 1,6 toneladas).

Peixe-boi-marinho













































O peixe-boi-marinho (Trichechus manatus) é uma espécie de peixe-boi da família dos triquecídeos que pode ser encontrada do litoral dos Estados Unidos até o Nordeste do Brasil. Tais animais chegam a medir até 4 metros de comprimento.

É o mamífero aquático mais ameaçado no Brasil.

Dugongo































O dugongo (Dugong dugon) ou vaca-marinha é o menor membro da ordem Sirenia. A espécie habitou em tempos todas as regiões tropicais dos Oceanos Índico e Pacífico, mas hoje em dia a sua distribuição é mais limitada. As principais populações vivem na Grande Barreira de Coral ao largo da Austrália e no Estreito de Torres. Podem atingir os três metros de comprimento e quinhentos quilogramas de peso.

Lontra-marinha































A lontra-marinha (Enhydra lutris) é um mamífero marinho nativo para as costas do norte e do leste do Oceano Pacífico. Lontras-marinhas adultas pesam tipicamente entre 14 e 45 kg, tornando-os mais pesados dos membros da família Mustelidae, mas entre os pequenos mamíferos marinhos. Diferentemente da maioria dos mamíferos marinhos, a forma primária de isolamento da lontra-marinha é um casaco de peles grossas, excepcionalmente, a mais densa no reino animal. Embora possa andar sobre a terra, essa lontra vive principalmente no oceano.

Chungungo


























A Lontra felina, popularmente conhecida como lontra-do-mar, gato-do-mar ou chugungo, vive no litoral do Peru e do Chile. Antigamente, vivia em partes da Argentina, mas foi extinto deste país. O chugungo vive principalmente nas costas rochosas, e pode penetrar em rios, mas isso não ocorre com muita frequência, e parece evitar as praias arenosas. Alimenta-se de peixes, crustáceos e moluscos. Não deve sr confundida com a lontra-marinha.

Urso-polar









































































































O urso-polar (Ursus maritimus), também conhecido como urso-branco, é um mamífero marinho membro da família dos Ursídeos, típico e nativo da região do Ártico e atualmente um dos maiores carnívoros terrestres conhecidos. Dentre todos os ursos, este é o que mais se alimenta de carne.

Desmostylia





























Os desmostílios (Desmostylia) são uma ordem de mamíferos marinhos extinta, relacionada com proboscídeos (elefantes) e sirênios (manatis). O grupo, conhecido através de fósseis encontrados no Japão e Estados Unidos da América, surgiu no Oligoceno e desapareceu no final do Mioceno. O estudo da anatomia dos desmostíleos sugere que fossem animais herbívoros, semi-aquáticos, típicos de ambientes litorais. Fazem parte do grupo conhecido como Afrotheria e foram os antepassados dos elefantes e dos peixes-boi.

Thalassocnus


































Uma espécie de preguiça-gigante pré-histórica marinha.

Nenhum comentário: