quarta-feira, 14 de março de 2012

Desdentados

Eomaia scansoria





















Eomaia scansoria ('mãe escaladora do alvorecer') é um recentemente descoberto mamífero extinto que pode ser um dos mais antigos ancestrais de todos os eutheria já encontrados.

Tatu-galinha















O tatu-galinha (Dasypus novemcinctus) é um tatu encontrado dos Estados Unidos ao Norte da Argentina e Brasil. Tal espécie de tatu possui carapaça bastante convexa e lateralmente comprimida, geralmente com oito cintas de placas móveis, cabeça alongada, olhos pequenos, orelhas grandes, cauda comprida, cônica e de ponta fina. Também é conhecido pelos nomes de tatu-de-folha, tatuetê, tatu-veado e tatu-verdadeiro.

Tatu-mulita















O tatu-mulita (Dasypus hybridus) é um pequeno tatu campestre, encontrado no Paraguai, Argentina, Uruguai e Sul do Brasil. É uma espécie semelhante ao tatu-galinha, tendo uma carapaça alta e ovalada e cabeça comprida, com orelhas altas e inclinadas para trás. Também é conhecido pelos nomes de mulita e tatuíra.

Screaming Hairy Armadillo
















Screaming Hairy Armadillo  (Chaetophractus vellerosus) é uma espécie de tatu da família Dasypodidae. Pode ser encontrada na Argentina, Bolívia, Chile e Paraguai. Os seus habitats naturais são: florestas subtropicais ou tropicais secas, matagal de clima temperado,

Big Hairy Armadillo















Big Hairy Armadillo (Chaetophractus villosus) é uma espécie de tatu da família Dasypodidae. Pode ser encontrada na Argentina, Bolívia, Chile e Paraguai em elevações do nível do mar até 1300 m.  Os seus habitats naturais são pastagens e savanas, incluindo os pampas e do Chaco, bem como florestas e áreas cultivadas

Andean Hairy Armadillo





















O Andean Hairy Armadillo (Chaetophractus nationi) é um tatu presente na Bolívia, na região da Puna, nos departamentos de Oruro, La Paz e Cochabamba. Nowark  descreve-o como distribuído na Bolívia e no norte do Chile. A recente publicação de Pacheco também localiza a espécie no Peru

Pichiego-menor















O pichiciego-menor (Chlamyphorus truncatus) é a menor espécie de tatu do planeta (cerca de 10 centímetros de comprimento) e um dos únicos mamíferos subterrâneos da América do Sul. Possui uma carapaça, como qualquer tatu, e pelagem branca e macia.

Tatu-peba















O tatu peba ou tatu-peludo (Euphractus sexcinctus) é um tatu encontrado do Suriname ao Norte da Argentina. Tal espécie possui coloração amarronzada, carapaça provida de pêlos esparsos, com seis ou oito cintas de placas móveis e cabeça cônica e achatada.

Pichi
















O Pichi (Zaedyus pichiy) ou Tatu-Anão é um pequeno tatu que é o único membro do gênero Zaedyus. O alcance da Pichi é da Argentina, centro e sul (Patagônia), a oeste para os campos andinos do Chile e sul do Estreito de Magalhães

Tatu-chifre
















Peltephilus ferox, o Tatu-chifre, foi uma espécie de tatu pré-histórico do tamanho de um cão.

Tatu-de-rabo-mole





















O termo tatu-de-rabo-mole é a designação comum aos tatus do gênero Cabassous, com quatro espécies, das Américas Central e do Sul, sendo três delas encontradas no Brasil.

Tatu-canastra















O tatu-canastra (Priodontes maximus), também conhecido como tatuaçu, é uma espécie de tatu de grandes dimensões, encontrado na maior parte da América do Sul. Tais tatus chegam a medir até 1 m de comprimento, corpo coberto por poucos pêlos e patas anteriores dotadas de garras enormes, que auxiliam na escavação de buracos

Tatu-bola



























































O termo tatu-bola é a designação comum aos tatus do gênero Tolypeutes, representado por apenas duas espécies, encontradas da Bolívia à Argentina.

Pampatheriidae







































Pampatheridae é uma família pré-histórica de animais da ordem Xenarthra. Eles são aparentados as famílias Glyptodontidae e Dasypodidae. A família evoluiu na América do Sul durante o isolamento da época Cenozóica.

Doedicurus clavicaudatus













































Doedicurus clavicaudatus foi um gliptodonte pré-histórico que viveu do Pleistoceno até à última idade do gelo, há 11 000 anos atrás, tendo sido possivelmente caçado pelo ser humano. Foi o maior membro da família, com uma altura de 1.5 metros e um comprimento de 3.6 metros.

Gliptodonte
































O gliptodonte (Glyptodon) é um mamífero pré-histórico, membro da família Glyptodontidae. Este animal, relacionado através de um ancestral comum com os atuais tatus, era nativo das Américas. O gliptodonte media cerca de 3 metros de comprimento e pesava cerca de 1,4 toneladas.

Tamanduaí









































O tamanduaí, tamanduá-anão ou  tamanduá-seda (Cyclopes didactylus) é um pequeno tamanduá arborícola, encontrado do Sul do México ao Norte do Brasile na ilha de Trinidad e Tobago uma das várias espécies de tamanduás sul-americanos.

Tamanduá-bandeira

















O tamanduá-bandeira, urso-formigueiro-gigante ou papa-formigas-gigante (Myrmecophaga tridactyla) é um mamífero xenartro da família dos mirmecofagídeos, encontrado nas Américas Central e do Sul.

Tamanduá-mirim















O Tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla) é um mamífero xenartro da família Myrmecophagidae, sendo encontrado da Venezuela ao sul do Brasil. Possui cabeça, pernas e parte anterior do dorso de coloração amarelada, restante do corpo negro, formando uma espécie de colete, cauda longa e preênsil e patas anteriores com quatro grandes garras.

Tamandua mexicana

















O Tamandua mexicana é uma espécie de tamanduá encontrada na América Central e no norte da América do Sul.

Preguiça-anã
















A preguiça-anã (Bradypus pygmaeus) é uma espécie de bicho-preguiça recentemente descoberta, e que habita a ilha de Escudo de Veraguas, no Panamá.

Preguiça-de-coleira





















A preguiça-de-coleira (Bradypus torquatus) é uma preguiça-de-três-dedos, endêmica na Mata Atlântica, no Brasil, principalmente nos estados da Bahia, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

Preguiça-de-bentinho

















A preguiça-de-bentinho (Bradypus tridactylus) é uma preguiça-de-três-dedos, encontrada ao norte do rio Amazonas. Tais animais medem cerca de 50 cm de comprimento e pelagem cinzenta, com uma grande mancha laranja e preta nas costas.

Preguiça-comum



































A preguiça-comum (Bradypus variegatus) é uma espécie de bicho-preguiça amplamente distribuída na América do Sul e Central. É um mamífero que vive aproximadamente 40 anos, tem a pelagem acinzentada, e no caso dos machos, apresentam uma mancha preta circundada de amarelo, na região dorsal.

Preguiça-real
















































A Preguiça-real (Choloepus didactylus) é uma preguiça-de-dois-dedos, encontrada da Colômbia ao Norte do Brasil. Tais animais contam com pelagem longa e áspera, coloração predominantemente marrom-acinzentada e face branca. Também são conhecidos pelo nome de unau.

Preguiça-de-hoffmann





















A preguiça-de-hoffmann (Choloepus hoffmanni) é um bicho-preguiça de dois dedos encontrado na América do Sul e Central.

Megatério

















O Megatherium (em português, Megatério), cujo nome significa "Besta gigante", era uma preguiça gigantesca que viveu do Plioceno até o Pleistoceno, há aproximadamente 20 mil anos, nas Américas do Sul e do Norte.

Eremotherium


























Eremotherium é um gênero extinto de preguiças da família Megatheriidae, endêmica na América do Norte e América do Sul durante o Pleistoceno.

Thalassocnus































Thalassocnus é uma espécie de preguiça-gigante pré-histórica marinha.

Nenhum comentário: